Criar uma Loja Virtual Grátis
Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

Rating: 2.6/5 (508 votos)




ONLINE
1




Partilhe esta Página


Página Inicial

Orquestra Filarmônica do Ceará apresenta tributo a Elvis Presley -  Focus.jor | O que importa primeiro


 


Bem vindos ao Almost Elvis João Pessoa Fan Club


mais um site criado para divulgar a vida e a obra do Rei do rock!


O fã clube Almost Elvis é oficial reconhecido


pela Elvis Presley Enterprises.



Almost Elvis João Pessoa Fan Club


 


 


 


Ajude as atividades do nosso fã clube, o trabalho do nosso site e a manutenção do fã clube.




 


Novidades, notícias e eventos:


http://almostelvisjpfanclub.no.comunidades.net/novidades-noticias-e-eventos


Neto de Elvis Presley foi enterrado ao lado do avô na mansão onde o músico morava



Keough morreu aos 27 anos, em julho


Benjamin Keough, neto de Elvis Presley, foi enterrado ao lado do avô na mansão Graceland, em Memphis, onde o astro do rock viveu por boa parte de sua vida. Keough morreu aos 27 anos, em julho. A informação do enterro foi confirmada pelo perfil oficial da propriedade no Facebook. 



No cemitério do local, estão enterrados outros parentes do cantor, como seus pais, Gladys e Vernon Presley, e sua avó, Minnie Mae Presley. Benjamin Keough era filho de Lisa Maria Presley com o músico Danny Keough.


Segundo o departamento médico de Los Angeles, o jovem cometeu suicídio. Ele tinha  27 anos havia sido encontrado morto em Calabasas, na Califórnia.


Apesar de ser neto de Elvis Presley, Keough se mantinha longe dos holofotes e não se sabe muito sobre sua vida. Em 2009, quando ainda era adolescente, teria fechado um contrato com a gravadora Universal Music de cerca de US$ 5 milhões. Porém, nenhum material foi lançado.


Fonte:https://gauchazh.clicrbs.com.br/


 


 



O "FIM DO FORMATO FÍSICO" E SUAS CONSEQUÊNCIAS - Artigo: Marcelo neves - Setembro de 2020




Segundo a Federação Internacional da Indústria Fonográfica, apenas 1,4% dos consumidores de música no Brasil preferem o formato “físico” na hora de comprar. Esse número era 40% em 2016 e agora despencou de vez em comparação ao comércio de música digital (Streaming). Diversas gravadoras foram se quebrando ao longo das décadas e muitas acabaram virando apenas “selos”. Realmente a maioria das pessoas foi perdendo o interesse em colecionar fisicamente a música que gosta. Muitos artistas já abandonaram a ideia de “álbum” e apenas lançam “singles”. A música digital é um caminho sem volta, gostem ou não e isso está impactando de várias formas. Para um seleto grupo de consumidores de música, ter apenas o formato digital não é algo que substitua a “concepção” de uma obra. Muitos artistas quando fizeram seus álbuns, cuidaram da parte “musical”, “visual” e até mesmo “conceitual” da obra. Isso acaba se perdendo quando o álbum é comercializado sem a arte das capas, encartes ou sendo “desmembrado” para que suas faixas sejam vendidas de forma unitária. A forma que o grande público encara a música mudou também, hoje ela usada como pano de fundo para festas ou eventos, não é algo para se aprofundar ou até mesmo discutir com seus amigos! A música se tornou descartável e sendo relegada ao ritmo do momento! Em pouco tempo a música atual é considerada “velha” e trocada por outro “hit do momento”. E essa mudança de rumos do mercado fez com que ídolos atuais também deixassem de lado a ideia de “álbum”. Este cenário explica o que vem acontecendo no cenário Elvis (no Brasil) nos últimos anos, poucos lançamentos físicos e estamos vendo o processo de “morte do CD”, assim como ocorreu com o vinil na década de 90 (no Brasil). Sim, ainda há lançamentos no exterior de CD e vinil, mas é para atender um nicho de consumidores, essa não é a cultura de nosso país! A Sony Music já havia dito por intermédio do Clube Elvis (MG) que o álbum “Elvis - "Where no one Stands Alone” de 2018 não havia vendido nem 1000 cópias no Brasil. Com o acesso a internet em portais de streaming, os consumidores foram deixando de lado a mídia física, inclua ai também muitos fãs de Elvis. Apenas um nicho de fãs é que ainda tem a cultura de colecionar material físico e até compram novos lançamentos a respeito de Elvis. Porém isso a um custo muito alto, pois se trata de material importado! Para se ter uma ideia, algumas caixas são comercializadas entre 1000 a 2000 reais! Mesmo que futuramente não ocorram mais lançamentos físicos, os novos colecionadores poderão recorrer ao que já foi lançado até então, o hábito de colecionar acredito que não irá acabar, mesmo que sendo um nicho de fãs. E qual será o futuro então? O comércio de música digital já está a todo vapor no mundo e lidera com folga e para quem só se importa com a música, o fim da mídia física não será um problema. O Youtube também é uma forma de se consumir música e já é usado como parâmetro pra se medir a “parada de sucessos”. Vale ressaltar que essa revolução digital não diminuiu a importância histórica do material original de época, estes itens continuam sendo valorizados e procurados entre os colecionadores de todo o mundo. Se você é um jovem fã e deseja iniciar sua coleção sobre Elvis e não tem simpatia pelo digital, não se preocupe, há tanto material a ser adquirido que talvez o tempo que lhe resta de vida, não será suficiente para adquirir tudo! Particularmente o material fonográfico original ainda me fascina, é como ter a “História” em suas mãos! Os álbuns de época era a forma como Elvis compartilhava sua música com seus fãs (além dos shows e filmes é claro). É fascinante ter este material e estudá-lo, pois compreendemos como esse processo se deu e a atmosfera da época! Se você estiver meio perdido em tempos de mudança, talvez seja o momento de só mudar de foco!


Fonte:Elvis Triunfal


Fã clube Almost Elvis realiza "encontros virtuais"


A imagem pode conter: 4 pessoas


Devido a pandemia e a situação de isolamento social, nosso fã


clube está fazendo reuniões virtuais, geralmente uma vez por 


semana onde esses encontros tem aproximado muito os fãs da


região e da nossa cidade João Pessoa-PB e a cada encontro é uma nova


emoção onde conversamos e discutimos assuntos sobre Elvis,


mostramos itens queridos de nossas coleções de Elvis,


tocamos e cantamos as músicas do Elvis fazendo uma "jam"


e fazemos planos para um futuro próximo.


Agradeço a todos por participarem pelo carinho e pela união


do grupo vamos em frente, um abraço,


Elvis Monteiro,


Almost Elvis JP.


Rede Record acusa depois se retrata sobre suposta "postura" racista de Elvis


Elvis Presley's Graceland vandalized by BLM protesters who spray-painted  wall surrounding the King's mansion


Recentemente os muros de Graceland foram pichados por vândalos


em protestos de questões raciais mais nenhuma das pichações era diretamente


dirigida a Elvis nem fazia referências ao seu nome, mesmo assim num


programa recente Balanço geral da Record os apresentadores informaram


que o muro de Graceland teria sido pichado pela postura 'racista' de Elvis


o que sabemos que não é verdade, vide o carinho e o respeito que Elvis


tinha para com todos independente de cor,raça ou religião...


E além de ter pessoas da raça negra integrando sua banda como é o caso das


vocalistas da "Sweet Inspirations" Elvis tinha muitos ídolos negros como é


o caso do seu herói musical o cantor Roy Hamilton e amigos como é o caso do Sammy


Davis Jr.


Para se retratar sobre o assunto e devido a mobilização e protestos de fãs clubes por todo


país a emissora e o programa se retrataram e abriram espaço para o fã clube "Amigos do Rei"(MG)


darem um depoimento e esclarecerem tudo em defesa do Elvis.


Confiram:


https://noticias.r7.com/minas-gerais/balanco-geral-mg/videos/a-hora-da-venenosa-fas-esclarecem-que-elvis-nao-era-racista-03092020


Elvis Monteiro.


Almost Elvis JP.


 


Elvis, 43 Anos Depois


Elvis Presley's Graceland and the King's Memphis landmarks


http://almostelvisjpfanclub.no.comunidades.net/elvis-43-anos-depois


Vídeo de homenagem aos 43 anos sem Elvis.


Para começar a semana de homenagens a Elvis fiz esse vídeo


para homenagear Elvis e os amigos do fã clube.


Essa linda canção chama-se "Ill be with you always" e é cantada


pelo lendário cover de Elvis americano Doug Church, confiram:



Abraços a todos, Elvis Monteiro


Almost Elvis JP.


 


SONY LEGACY LANÇARÁ EDIÇÃO COMEMORATIVA DAS SESSÕES DE NASHVILLE DE 1970


A Sony Legacy está planejando para novembro de 2020 o lançamento de "FROM ELVIS IN NASHVILLE" nos formatos CD e Vinil. O lançamento será em comemoração aos 50 anos das lendárias sessões ocorridas no Studio B da RCA Victor. Naquela época Elvis gravou 34 canções que foram distribuídas mais tarde em diversos álbuns como: "That's The Way It Is"; "Love Letters From Elvis"; "Elvis Country" e "Elvis Now". No formato CD, a Sony Legacy vai dispor 4 cds acompanhados de um livreto e na versão vinil o álbum será duplo. Assim que soubermos a relação das músicas iremos anunciá-las aqui.


 



Fonte:Elvis Triunfal


SEGUNDO PORTAIS, POLÍCIA DE LOS ANGELES CONFIRMOU QUE A CAUSA DA MORTE DE BENJAMIN KEOUGH FOI MESMO SUICÌDIO – artigo: Marcelo Neves – Fontes: TMZ/G1/TERRA/HOLLYWOOD LIFE


O portal TMZ que foi um dos primeiros a noticiar a morte de Benjamin Keough, também atualizou o resultado da necropsia da investigação. Segundo o TMZ, um representante do Serviço Médico Legal e Inspetor do Condado de Los Angeles confirmou que a causa da morte de Benjamin foi devido a um ferimento (intraoral) feito por uma arma de fogo e que este tipo de morte é classificada como suicídio. A necropsia foi concluída nessa segunda feira (13/07/2020). A noticia está sendo divulgada por diversos portais nos Estados Unidos e também pelos portais no Brasil como G1 e Terra. Segundo o portal Terra e o TMZ, o suicídio ocorreu depois de uma briga entre Benjamin e sua namorada. Há relatos de vizinhos que escutaram a moça gritar “Não faça isso” e então um tiro foi escutado. Um vizinho relatou a seguinte situação: "Eu podia ouvir alguém falando muito alto no quintal. Olhei para fora e vi a namorada do lado de fora conversando com a polícia, e ela estava histérica dizendo “...não acredito, não acredito, não acredito nisso... como fez isso consigo mesmo?”A namorada de Benjamin segundo um vizinho teria dito também: "A família vai me odiar e eles vão me culpar". Queria fazer algumas observações sobre esse triste desfecho que acho necessário: Infelizmente esse tipo de situação pode ocorrer em qualquer classe social. Infelizmente é muito comum as pessoas fazerem julgamentos morais num momento como este já que ele gozava de uma vida abastada e era bastante conhecido (apesar de ser bastante recluso). Nem todas as pessoas num momento de tensão agem da mesma forma, cada um tem seu nível de equilíbrio emocional para lidar em situações de extrema ansiedade. O fato de ele ser “rico”, ser “americano” ou neto de quem era não o exclui de ser igual a qualquer pessoa. O momento não é para “julgamentos morais”, mas de amparar aquelas pessoas que agora se privarão de seu convívio! Dentre as perdas mais terríveis, a perda de um filho é algo muito devastador e que dá calafrios só de imaginar! Vamos torcer para que Lisa Marie consiga retomar a sua vida ao lado de suas filhas, mesmo com essa dor absurda que é a perda de um filho. Agora é o momento de amparar e não julgar!


Fonte:Elvis Triunfal


NETO DE ELVIS MORRE AOS 27 ANOS, POLICIA INVESTIGA POSSÍVEL SUICÍDIO - Artigo: Marcelo Neves - fontes: Daily Mail, The Sun, TMZ / Rodolfo Schindler


Segundo os portais de noticia Daily Mail, The Sun, TMZ, Benjamin Keough, o neto de Elvis, teria cometido suicídio hoje (12/07/20). Uma notícia realmente devastadora para a família de Elvis e para seus fãs. Segundo esses portais ele teria usado uma arma para cometer o suicídio. Ele tinha apenas 27 anos e também era músico.Benjamin era filho de Lisa Marie Presley e Danny Keough. Em breve iremos escrever mais a respeito. Só podemos dizer que estamos consternados com a notícia!



Fonte:Elvis Triunfal


 "ELVIS" ESTA EM COMERCIAL DA NOVA FIAT STRADA
artigo: Marcelo Neves - fonte: Fiat - agradecimentos: Rick Colavitto

A Fiat lançou durante o Jornal Nacional (TV Globo) seu novo comercial onde "Elvis" contracena com a nova Fiat Strada. O comercial usa como slogan: "Nova Strada: A lenda se superou". O comercial inicia com um ator usando um jumpsuit branco com a seguinte legenda: "A Lenda voltou". Eles acabam mesclando a música de Elvis dos anos 50 com seu visual dos anos 70! O pano de fundo é a canção "Blue Suede Shoes" que segura bem a atenção de quem assiste o clipe! No final do vídeo o ator que faz o papel de Elvis recebe uma grande marreta para atingir um grande bloco. Ao atingir o bloco uma estátua de Elvis se torna visível. Em seguida "Elvis" é carregado pela multidão e o slogan é dito: "Chegou a nova Fiat Strada, a lenda se superou!". Particularmente gostei muito do comercial pois associa Elvis a uma "lenda que se superou" e é realmente o que nós fãs presenciamos década após década! Para aqueles que há pouco tempo disseram que Elvis "não era sinônimo de sucesso" a FIAT deu um belo recado! Parabéns FIAT, receba os meus cumprimentos!



Fonte:Elvis Triunfal


CAIXA ESPECIAL SOBRE "THAT'S THE WAY IT IS" FINALMENTE SERÁ LANÇADA PELA FTD - artigo: Marcelo Neves - agradecimento: Hilario Junior 

Finalmente a caixa especial em comemoração aos 50 anos de "Elvis - That's The Way It Is" será lançada nos próximos dias pelo selo FTD (Follow That Dream. A caixa contempla 8 CDs de áudio com registros de ensaios e de apresentações no Internacional Hotel em 1970. Também vem acompanhada de 2 livros que devem fazer a alegria dos fãs. Um será dedicado aos ensaios e outro dedicado aos shows. Ao todo serão 600 páginas sobre o filme! Vale lembrar que este lançamento não será encontrado no comércio tradicional. Os interessados poderão adquirir pelo site de Graceland que mantém uma seção dedicada ao selo FTD.


 



Fonte:Elvis Triunfal


Peça já seu lindo quadro 3d do Elvis!


3DBox Elvis Presley 33x33 c/LED


A empresa 3DBox criou esse lindo quadro 3d do Elvis, ótimo


para enfeitar qualquer ambiente e um lindo souvenir para sua coleção de Elvis!


A 3DBOX é uma empresa jovem, que nasceu com o propósito de oferecer um novo estilo em decoração.


A partir de muitos estudos, aprimoramentos e testes oferecemos um produto inovador, buscando atender a expectativa de cada cliente.
 


Criamos quadros 3D (projetos em camadas de papel sobrepostas que passam a ilusão ótica de 3 dimensões). 



Nossos produtos são desenvolvidos para fãs do mundo das artes. Música, Cinema, Seriados, Desenhos Animados, Animes, HQs, Mangás e Vídeo Games.

Todos nossos projetos são únicos e customizados, garantindo exclusividade e cuidado em cada detalhe.


Peça já o seu direto no link e confira outras peças exclusivas:


https://www.3dbox.com.br/product-page/3dbox-elvis-presley-33x33


 


Renato Barros não conheceu os Beatles, mas esteve em dois Shows de Elvis Presley!


Renato & Seus Blue Caps: 60 anos comemorados com show na sexta O ...


http://almostelvisjpfanclub.no.comunidades.net/materias-especiais-entrevistas


 





Universo Elvis na Paraíba está de luto:


Thyago Farias 43123 PV (Vereador) João Pessoa - Guia Eleições 2016


Morreu nesta quarta-feira (29),nosso querido amigo Edmundo Ferreira de Lima,Conhecido como ED Presley, O Cavaleiro Solitário proprietário do conhecido Bar do Elvis, localizado no bairro Castelo Branco, em João Pessoa. A notícia da morte de Edmundo, foi dada através das redes sociais da filha dele, Kerol Constance.


Ele teve uma parada cardio respiratória ainda de causas desconhecidas..


Ed, nosso amigo foi um grande fã de Elvis e o primeiro cover de que se teve


notícia na Paraíba,começando no final dos anos 80,começo e meados dos anos 90


a fazer shows, em tributo ao Elvis usando jumpuits os trajes de Elvis sempre assessorado pela


sua esposa, nossa querida amiga Nice e pela sua filha karolyne nome de uma música do Rei


o que prova o tamanho de sua paixão....


Ed bem como todos os queridos amigos do Bar do Elvis sempre foram muito generosos


conosco, com nosso fã clube Almost e com todos os fãs da Paraíba cedendo com carinho o espaço


do bar para gente bem como realizando inúmeros tributos ao Elvis junto com a gente e sempre


nos convidando para as festas e shows que eles lá no Bar do Elvis realizavam...


Que Deus conforte os familiares e obrigado por tudo querido amigo jamais


iremos te esquecer...


Sinceramente seu querido amigo Elvis Monteiro,


presidente do fã clube Almost Elvis e todos os  fãs


da Paraíba...


 


"ELVIS THAT'S THE WAY tIT IS" SERÁ EXIBIDO EM 14 PAÍSES EM 2020 



A empresa Trafalgar Releasing está organizando uma exibição de “ELVIS - THAT’s THE WAY IT IS” nos cinemas em 14 países. A exibição será no dia 22 de abril de 2020, sendo que os paises sortudos são: Reino Unido, República da Irlanda, Alemanha, Áustria, Suíça, Suécia, Dinamarca, Finlândia, Noruega, Estônia, Letônia, Lituânia, Austrália e Nova Zelândia. Essa notícia foi dada por Marc Allenby, CEO da Trafalgar Releasing. O filme será para celebrar os 50 anos deste documentário lançado pela MGM em 1970. Elvis estava simplesmente num dos momentos mais eletrizantes de sua carreira, com certeza essa exibição será um sucesso de bilheteria, é o que esperamos. Infelizmente o Brasil não está incluído nesta lista de países! Envie e-mails para a Trafalgar sugerindo incluir o Brasil: sales@trafalgar-releasing.com

Fonte:Elvis Triunfal


Matéria especial pelos 85 anos de Elvis


Nosso amigo Solidonio escreveu essa resenha nova muito boa As 50 vozes de Elvis


que ficou muito boa e aproveitando os 85 anos de Elvis agora dia 8 que passou


fica como nossa homenagem.Valeu Solidonio e todos os amigos.


Elvis Monteiro,


Almost Elvis JP.


As 50 Vozes de Elvis


No passado, dizia-se que um artista era considerado completo quando era capaz de dançar, cantar e interpretar. Elvis, ainda que não fosse um dançarino técnico, atuou em 31 filmes de Hollywood e foi cantor profissional desde muito jovem até a sua morte pré-matura aos 42 anos de idade. As biografias mais reputadas atestam que Elvis tinha grande potencial para as artes cênicas. Uma das suas melhores atuações, senão a melhor, foi no filme balada sangrenta (King Creole) de 1958. Entretanto, a trajetória de Elvis como ator foi frustrada e o seu potencial dramático subutilizado. Isto aconteceu não por falta de talento, mas pela imposição de produtores cinematográficos e do seu próprio empresário.  Os filmes, sobretudo aqueles da década de 60, tinham roteiros ingênuos e repetitivos, puramente comerciais. Não havia a preocupação de promover o Elvis ator, mas sim de utilizar o cinema como mídia para divulgar o Elvis cantor. 



Em 1968, exatamente com o filme Change of Habit da Universal Pictures, Elvis estreia o seu último filme de Hollywood. Ele abandona a atividade paralela de ator e cantor, dedicando-se integralmente aos estúdios de gravação e aos palcos. A partir daí, Elvis simplesmente cantou, e cantou magistralmente até o fim. Sentia a necessidade de cantar a todo momento, seja na informalidade dos ensaios, no backstage, em casa com os amigos e no intercurso entre um show e outro. Cantava até sozinho, acompanhado por ele mesmo ao piano ou violão, onde extravasava suas alegrias e angústias.


É sabido que Elvis dominava bem o piano, violão, guitarra e contrabaixo. Algumas vezes, também se arriscou na bateria. Todavia, Elvis não se notabilizou como músico. Ele não era um solista exímio em qualquer um destes instrumentos. O seu maior predicado como artista foi indubitavelmente a voz, e que voz!


A extensão e a qualidade vocal de Elvis impressionam até aqueles que não são admiradores. Ele possuía um registro vocal flexível, com tessitura e alcance extraordinários, o que lhe permitia alcançar notas muito difíceis, algo incomum para um cantor não lírico de música popular. Interessante que Elvis nunca teve aulas formais de canto ou mesmo formação clássica em teoria musical. Aprendeu tudo naturalmente na experiência prática, demonstrando uma habilidade inata típica dos gênios. Talvez, a forte influência dos grupos de música gospel tenha contribuído para o desenvolvimento destas habilidades.


Os prodígios musicais geralmente se manifestam com alguns sinais típicos e característicos,  incluindo interesse musical desde a infância, capacidade de identificar tons específicos, habilidade para tocar de ouvido, improvisação e memória musical de longo prazo para harmonia, melodia, ritmo e tempo. Elvis reunia todos estes predicados, além de possuir a capacidade de interagir de maneira dinâmica e cativante com o público.



Tecnicamente, Elvis é descrito como um barítono e tenor. Define-se barítono como a voz masculina intermediária, cujo registro é mais agudo que o baixo, porém mais grave que o tenor. Por outro lado, o tenor é a voz masculina mais aguda do registro modal. Exemplos de tenores conhecidos incluem Andrea Bocelli, Plácido Domingo, Caruso e Pavarotti. O livro intitulado The Great American Popular Singers (Henry Pleasants) diz que a voz de Elvis cobria duas oitavas e mais uma terceira, indo desde o sol grave de um barítono até o si agudo de um tenor. Possuía uma extensão em ascensão de falsete que chega, pelo menos, a um ré bemol. A melhor oitava de Elvis situa-se no meio, de ré bemol a ré bemol, concedendo um passo adicional, quer seja para cima ou para baixo. Muitas vezes, ele atingia o "dó de peito", que corresponde a nota sol 3, feita com voz de cabeça,  como se fosse um falsete. No artigo intitulado The Fifty Voices of Elvis (www.elvis.com.au), Jim Burrows diz que, em 23 anos de carreira, Elvis produziu, aproximadamente, cinquenta vozes diferentes, varrendo de cima a baixo o registro vocal. Se alguém, que nunca conheceu Elvis, ouvisse uma relação de músicas selecionadas, pensaria trata-se não de uma, mas de várias vozes distintas.


É fato que a voz de Elvis se modificou bastante ao longo do tempo. Muitas vezes, o Elvis dos anos 50 tem voz quase irreconhecível quando comparado àquele dos anos 70. Por isso, o público geral pensa tratar-se de cantores diferentes. Compare-se, por exemplo, a voz estridente de Jailhouse Rock de 1957 à voz grave e aveludada de Love Letters de 1970 e He'll Have to Go de 1976. A diferença é nitidamente abissal. O mesmo se pode afirmar do Elvis da década de 60, cuja voz, ainda que distinta, se aproximava mais do Elvis jovem que do Elvis maduro dos anos 70. Neste ponto, cumpre-nos fazer algumas reflexões. Afinal, foi a voz de Elvis que mudou ou simplesmente a maneira pela qual ele a impostava? Porque a voz ficou tão mais grave com o decorrer do tempo? Quando esta mudança começou exatamente?


Biologicamente, a diferença entre a voz aguda e grave depende da morfologia das pregas vocais da laringe. Nos homens, as pregas vocais são mais grossas e elásticas, vibrando a 125Hz aproximadamente. Nas mulheres, as pregas são mais finas e tensas, fornecendo frequências maiores, em torno de 250Hz. Durante a puberdade, a voz do homem fica mais grave porque a testosterona aumenta a massa das pregas vocais e provoca hipertrofia da laringe. Geralmente, o período de muda vocal acontece entre os 13 e 15 anos para os homens. Mas, estes limites não são fixos e podem variar.


Quando Elvis começou profissionalmente, ao redor dos 20 anos de idade, é muito provável que sua voz já estava biologicamente definida. Portanto, os melhoramentos posteriores foram o resultado de treinamento e ajustes. De fato, já nos anos 50, as gravações de Elvis  revelam uma grande versatilidade e extensão vocal. Neste tempo, Elvis literalmente brincava com a própria voz, realizando variações tonais e peripécias das mais diversas. A voz podia se transformar de aguda e estridente em suave, polida e grave. Tome-se, como exemplo, a canção Peace in The Valley, onde Elvis canta com voz solene, suave e cheia. No extremo oposto, estão canções como Hound Dog e One Night, onde a voz é áspera e gritante. Portanto, desde o início, a voz de Elvis já possuía os requisitos básicos que o acompanharia ao longo da carreira.


Na década de sessenta, já é possível perceber algumas tendências na imposição da voz. É nesta época que a voz de Elvis flui da maneira mais natural. Nota-se, em muitas canções, que Elvis não realiza grandes esforços, seja para baixo ou para cima. Canções como Never Ending, Angel, Kuipo e I Met Her Today revelam uma voz cândida, amena, afinadíssima e sem grandes sobressaltos. Porém, há momentos mais raros em que ele vai aos extremos, como se verifica ao final de You'll Be Gone, Surrender e It's Now or Never. Nitidamente, percebe-se que Elvis explora livremente o seu potencial, sem preferência de uma tonalidade em detrimento da outra.


Uma transformação insidiosa, porém relativamente rápida, acontece na voz de Elvis no final dos anos 60. Trata-se de um período de transição, onde Elvis começa a manifestar sua preferência pelos tons graves e voz nitidamente mais impostada. Define-se impostação como um recurso técnico no qual a voz é corretamente colocada em diferentes focos de ressonância,  incluindo os focos nasal, laríngeo e faríngeo. A técnica, muito utilizada por cantores e locutores, requer respiração adequada e controle muscular da laringe e do diafragma.


É exatamente nesta época, fim do anos 60, que Elvis grava a canção sacra How Great Thou Art (1967), faixa título do seu primeiro álbum a lograr o prêmio Grammy. Nesta música, Elvis soa quase como um cantor lírico, com voz cheia e carregada, quase escura em alguns momentos. Esta tendência pode ser vista nas gravações de estúdio posteriores. Até mesmo na trilha sonora dos últimos filmes, como na canção Almost in Love (1968), já se percebe alguma diferença. O mesmo se pode dizer das gravações ao vivo, incluindo aquelas do Comeback Special da NBC (1968) e dos inúmeros shows gravados em Vegas em 1969. Neste período, Elvis muitas vezes canta com voz grave e gutural, principalmente nas gravações do Comeback Special.


A partir de 1970, a voz de Elvis consolida-se definitivamente com sua tessitura e impostação características. Interessante que a voz grave e impostada é aquela mais perseguida pelos imitadores de Elvis, talvez porque seja a mais fácil de ser imitada. Ainda assim, são poucos os imitadores competentes que conseguem se aproximar do timbre de Elvis. Quando conseguem, são exitosos em algumas notas, mas fracassam em outras, demonstrando que a voz de Elvis era ímpar, excepcional e cheia de nuances.  É muito mais difícil imitar o Elvis dos anos 50 e 60 que o Elvis dos anos 70. Maior prova disso é o grande número de covers que fazem o Elvis maduro de macacão e gola alta. Mas, pouquíssimos se arriscam a fazer o Elvis jovem irrequieto de paletó dourado.


Há quem diga que Elvis, na medida em que engordou, ficou com a voz mais grave e pesada. O mesmo se pode dizer de Tim Maia, cuja voz ficou mais profunda e cheia com o tempo. Estudos científicos sugerem alterações vocais nos indivíduos obesos. A voz tende a ficar mais rouca, soprosa, instável e estrangulada. Mas, estas alterações não justificam as mudanças sofridas por Elvis, cuja voz só melhorou com o tempo, alcançando o máximo no final de sua vida. Além disso, a voz de Elvis já era impostada e grave muito antes dele engordar.


Parece-nos que essas transformações foram motivadas muito mais pela escolha técnica do próprio Elvis do que por fatores puramente biológicos. Interessante que a mudança vocal foi um caminho sem volta, irreversível.  Isto porque, na década de 70, não se ouve mais Elvis cantar como outrora, nem no estúdio, tampouco no palco. Mesmo durante os shows, quando ele resgata êxitos do inicio da carreira, a impostação vocal é outra, muito diferente da gravação original.


Porém, a despeito destas reflexões, uma interrogação permanece - por que Elvis fez essa opção? Terá sido influência de algum artista ou grupo específico? Ele foi estimulado por algum gênero ou escola musical de que gostava? Ou será que Elvis se considerava tecnicamente melhor ao cantar dessa maneira? Esta última hipótese é sustentada pelo artigo de Jim Burrows (www.elvis.com.au) ao dizer que Elvis era obstinado em cantar cada vez melhor na medida em que sua carreira progredia. Porém, tudo isso é especulação. Talvez, apenas Elvis, se estivesse entre nós, pudesse responder com segurança.


O fato é que a morte de Elvis não consegui calar a sua voz. Ela continua a encantar fãs, admiradores e o publico geral, seja através dos discos ou das inúmeras performances que foram registradas em áudio e vídeo. Por isso, as bobinas fonográficas de Elvis têm sido viradas e reviradas à exaustão nos arquivos das gravadoras. Até mesmo shows gravados por fãs anônimos são constantemente remasterizados e lançados comercialmente. Mais recentemente, os artifícios da remixagem digital permitiram que a voz de Elvis fosse acompanhada pela atual orquestra filarmônica real de Londres em três exitosos álbuns. Duetos que nunca existiram já foram construídos digitalmente, onde artistas de hoje têm o privilégio de compartilhar as suas vozes com a de Elvis numa mesma canção.



Apesar do tempo transcorrido, mais de 40 anos, a voz de Elvis, maior artista do século XX, permanece inabalável, sendo permanentemente redescoberta pelas novas gerações. Foi, inequivocamente, a maior voz popular norte-americana a romper as fronteiras do mundo e rasgar os limites do céu. Ela ressoa forte na eternidade e nos corações de fãs e admiradores, atravessando incólume o tempo até os nossos dias. Viva Elvis!


 


Solidonio


Colaborador do Almost Elvis JP


Janeiro de 2020.


 



 


 


Elvis Monteiro presidente e fundador do fã clube:


A imagem pode conter: 1 pessoa


http://almostelvisjpfanclub.no.comunidades.net/elvis-monteiro


Nenhuma descrição de foto disponível.


http://almostelvisjpfanclub.no.comunidades.net/a-turma-da-brilhantina2



 


 



     PARAYBA




Apoio:


Resultado de imagem para fácil odontologia joão pessoa


A melhor rede de clínicas odontológicas de João Pessoa e região com


qualidade e excelência dos materiais, técnicas e profissionais,
ética e biossegurança e responsabilidade sócio-ambiental.


Faça uma visita indicando nosso fã clube do Elvis e receba aquele


tratamento especial.


É sempre importante uma visita ao dentista para um check-up


a cada 6 meses..


Agente sua visita:


(83) 3241.6217
facil@facilodontologia.com
Rua 13 de Maio, 198 C/D - Centro - João Pessoa/PB


(83) 3578.8881
facil@facilortoimplantes.com
Rua Dep. Odon Bezerra, 144 - Centro - João Pessoa/PB


Ou acesse:


http://www.facilortoimplantes.com.br/


https://www.facebook.com/FacilOrtoimplantes/


https://www.instagram.com/facilortoimplantes/


Resultado de imagem para planeta eventos


Locação de Equipamentos para Eventos / Video Mapping (Projeção Mapeada) / sonorização / Video Wall / TVs / Iluminação / Notebooks / Estruturas e afins.


Contatos:


planetaeventos@hotmail.com


http://www.planetaeventoscom.br/


(83) 3244-4546


https://www.facebook.com/pg/Planeta-Eventos-334742479964609/about/?ref=page_internal


Unicorp Caruaru - Inicio | Facebook


 


O CENTRO INTEGRADO DE EDUCAÇÃO – UNICORP, foi criado exclusivamente com a finalidade de gerar oportunidade para aqueles que acreditam que a EDUCAÇÃO irá mudar a sua vida para melhor. Para tanto, a UNICORP tornou-se uma ponte entre sonhos e realizações, gerando reais oportunidades para alunos, profissionais da Educação e demais stakeholders envolvidos em suas atividades de expansão.


Quem falar que viu tudo através do nosso site ganhará com certeza um tratamento diferenciado


bem como sempre que possível preços promocionais!!!


Saiba mais em:


http://unicorpmais.com.br/joaopessoa/


@unicorpfaculdades



Opção saborosa, prática, preparados com ingredientes do bem e livre de conservantes para tornar sua alimentação mais saudável!


Peça já!


(83) 98839-9240


https://www.facebook.com/soubemfit/about/?ref=page_internal


soubemfit@gmail.com


@soubem.fit